Manejo da Irrigação e da Fertirrigação Nitrogenada na Produtividade e Qualidade do Maracujá-Doce.

Informe múltiplos e-mails separados por vírgula.

O cultivo do maracujá-doce (Passiflora alata) quando explorado sob regime de irrigação, a cultura não fica à mercê da deficiência hídrica, que pode atingir de 400 mm a 600 mm no período seco, na área nuclear de Cerrado.

A cultura plantada no espaçamento de 2,5 m entre fileira e 3,0 entre plantas. Níveis de água (30 kPa; 60 kPa e 500 kPa) e dose de nitrogênio de 250 g de N planta-1 ano-1, aplicada em dez dosagens iguais durante o ano, com uréia, via água de irrigação. As irrigações por microaspersão, utilizando um microaspersor por planta, com vazão média de 35 L por hora. As colheitas realizadas duas vezes por semana, quando a casca dos frutos apresentava-se com coloração verde-palha a amarelada. O rendimento máximo do maracujá-doce foi aproximadamente de 30 t/ha contrastando com a de sequeiro, estimada com um rendimento médio de apenas 12 t/ha a 16 t/ha.

Onde Encontrar:
Embrapa Cerrados
Km 18, BR 020 – Rodovia Brasília/Fortaleza
CEP 73310-970 – Planaltina – DF
Caixa Postal: 08223
Fone: 3388-9879

Prática agropecuária: Prática para manejo de irrigação Ano de Lançamento: 2003

Bioma: Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga, Pantanal

Unidade Responsável: Embrapa Cerrados

Unidades Participantes: Embrapa Cerrados